Responsabilidade Social e Sustentabilidade

Programa Inclusão e Interculturalidade

Este programa visa criar e fomentar pontes de interculturalidade entre estudantes internacionais, estudantes nacionais, professores e funcionários da comunidade académica. A gestão da diversidade cultural deve estar presente na formação académica de toda e qualquer área do saber e ser uma prática de inclusão académica. Importa, por isso, estudar a realidade da interculturalidade no ensino superior, apoiar a conceção de oferta formativa (informal e não formal) sobre a temática e criar redes com outras instituições de ensino superior e entidades da sociedade civil que fomentem a interculturalidade.

O ISLA Santarém insere-se num mundo globalizado e de elevada mobilidade humana. Cerca de 15% dos estudantes do instituto são estudantes internacionais, especialmente oriundos de países de língua oficial Portuguesa. Entre estes estudantes verificam-se dificuldades ao nível da língua, da aprendizagem, do conhecimento de diretos e de inclusão. A necessidade de reconhecimento e a gestão positiva da diversidade cultural é também sentida pelos estudantes nacionais. Estes jovens tendem a coexistir no espaço académico, onde deve existir verdadeiros espaços de convivência e de desenvolvimento de projetos conjuntos. A capacidade das IES adotarem políticas e dinâmicas promotoras de interculturalidade para a inclusão dos estudantes apresenta-se como um desafio face aos relatos de vivências de exclusão académica. Importa, por isso, que estudantes, docentes e funcionários sejam sensibilizados e formados para a interculturalidade.

As instituições de ensino superior em geral e o ISLA em particular deve ser laboratório de gestão positiva da interculturalidade e de promoção de inclusão intercultural. Trata-se de potenciar posições de igualdade, de diálogo e negociação e, por conseguinte, a aceitação das partes envolvidas como interlocutores válidos. Trata-se de fazer cumprir o reconhecimento da diversidade, através do respeito e da prática dos princípios da igualdade e da diferença, mas também, e, sobretudo, do princípio da interação positiva. A interculturalidade é uma das áreas de intervenção destacadas pelo Conselho da Europa. É um paradigma que fomenta o compartilhamento de saberes, conhecimentos e experiências, gerando aprendizagens e mútuo reconhecimento sociocultural.

multi